Categoria: Dublin

12 termos usados na Irlanda. Você vai se surpreender com o Ultimo

E ai galera! Qual é a boa?

Teacher Lucas aqui de novo trazendo mais uma dica pra você hoje

Espero que esteja tudo bem contigo!

Eu tenho 12 termos entre palavras e expressões usadas na Irlanda que eu gostaria de compartilhar com vocês

Por que eles começam a falar e você fica tipo, o que eles estão falando?

Quando eu fui para Irlanda, eu fiquei tipo: Que droga é essa?

eu não entendi nada!

 

A primeira que eu tenho aqui é:

CRAIC

489_Ireland_Obama_t640.jpg

Onde eu fui me meter? Por que eles só falam em crack?

“Craic” não é droga, beleza?

“Craic” significa diversão.

Por exemplo: você poderia dizer:

What are you gonna do tonight?

He could answer you

We’re just gonna have the craic tonigh!

“O que você vai fazer hoje à noite?”

Ele poderia te responder:

“A gente vai só se divertir hoje a noite!”

Se divertir, certo?

A segunda esta relacionado a “Craic” também

WHAT’S THE CRAIC? = WHAT’S UP?

IMG_08001-33q5t02rghuecnnfy8fmkg@2x.jpg

“Qual a boa?”

Então ao invés de dizer “What’s up?” eles te perguntam What’s the Craic?

 

D4 é o local onde as grandes empresas estão, Google, Facebook. É uma area bem elegante

Bem bonito! Eu costumava trabalhar em D4 e é bem bonito lá.

As pessoas que foram criadas nessa área são bem elegantes, e falam elegante.

Então eles criaram uma expressão especifica

D4 Head

rossoc

Um “D4 Head” é uma pessoa que vive em D4, mas não necessariamente somente quem vive em D4.

Se você fala com elegancia, fala bem corretamente,  bem educadamente e se você veio de escola particular, Você seria chamado de “D4 head”

Eles diriam,

Such a D4 Head

“Que “D4 Head”

Não é uma boa coisa pra dizer a eles, beleza?

Então, não fala isso, se não for de lá!

A gente também tem:

Deadly

dumb-777x437.jpg

dahora

Eles falam isso a todo momento!

How was the Party yesterday?

It was deadly, Man!

Como foi a festa ontem?

“Dahora cara”

Eu trabalhava em um restaurante lá e eles sempre começavam a conversa dessa forma:

Hi Ya!

How Ya?

images

“How ya” é como vai você? e “Hi ya” é Oi!

E eles tem a palavra

Shite

218714e119147f54bcdc58f1f629fa51

Significa “Bosta”, sabe? tipo,

That was a shite, man! A shite!

Aquilo foi uma bosta, cara! Uma bosta!

Cheers

brooke-cagle-1162062-unsplash.jpg

Eu costumava dizer “Cheers” o tempo todo e significa “Valeu”

Então, se alguém te fizer um favor. Você responde “cheers”

Grand

anurag-harishchandrakar-272128-unsplash.jpg

Significa “Ok”

Let’s meet up next Saturday?

Grand!

Vamos nos ver sabado que vem?

Ok!

Uma palavra que você vai usar muito se você for morar lá.

Garda

gardaiwalkingaway_large

Os Policiais pra eles é a “Garda”

Pint

pjimage-3

É a medida de 500ml.

Quando você vai ao Pub ou pra balada, sei lá! Você pede uma “Pint”

Can I have a Pint of Heineken, please?

Can I have a Pint of Guimess, Please

Me da uma “Pint” de Heineken, por favor,?

Me da uma “Pint” de Guiness, por favor?

E por ultimo, mas não menos importante

“Chips” para eles é “Crisps”

methode_times_prod_web_bin_d0e95d44-7bd4-11e8-8b01-f67602c33163

“French Fries” é “Chips”

ed0c46e8520ee6305ee5e41e9a235568

Estou dando dicas rapidas de inglês no meu Stories do instagram todos os dias. Então me siga!

Se ainda não estiver me seguindo.

Me siga no Facebook

Se você ainda não estiver inscrito no canal do Youtube

Por favor se inscreva!

Ativa o sininho!

Por que isso ajuda a expandir o canal.

Por favor deixa seu like.

Deixa sugestões de novos vídeos e Posts

Paz, Fui….

Teacher Lucas Pereira

Se planejando para o intercambio em Dublin na Irlanda

E aí Galera, tudo bom?

Eu resolvi contar um pouco da minha história de como dei início a minha jornada de intercambio em Dublin na Irlanda, juntamente com minha atual esposa Nicole.

IMG_5709.JPG

Somos um casal que decidimos parar tudo o que estávamos fazendo para fazer intercambio e gostaríamos de compartilhar contigo como foi essa experiência de se planejar e falar um pouco sobre os medos que enfrentamos.

Nossa maior dificuldade foi decidir de fato quando deveríamos fazer o intercambio, por que largaríamos tudo o que temos aqui no Brasil e com certeza esse é um dos medos que a maioria do pessoal tem. Gostaríamos de compartilhar também as coisas que não sabíamos, por que nunca havíamos ido para o exterior. Vamos contar como tudo começou e as coisas que a gente aprendeu até agora.

Esse vídeo acima foi gravado antes de termos embarcado, mas você poderá acompanhar como é toda a trajetória de se preparar, estávamos com muito medo, uma serie de ansiedade por não saber como é lá.

E quanto ao inglês?

A Nicole estava muito insegura, um dos maiores medos dela era não conseguir se comunicar lá e sofrer muito, mas que isso faz parte, se queremos falar inglês, precisamos estar onde o pessoal fala inglês.

É difícil, por que muitas vezes você se coloca em um pais onde você não fala o idioma. Você chega com medo, se sentindo perdido. A ficha de fato só cai quando se chega ao aeroporto de destino, onde só tem coisas em inglês.

beerta-maini-471903-unsplash.jpg

Sempre tivemos muita vontade de fazer intercambio, mais eu do que a Nick, na verdade, ela odiava inglês. Mas, tudo tem a ver com a nossa história de vida, cultura e coisas do tipo.

Ela nunca teve o sonho de sair para fora, ela queria construir a vida dela no Brasil até a gente começar a namorar. Eu sempre falava que queria fazer intercambio até que no meio do ano de 2016 eu falei para ela, vamos começar a pesquisar e se a gente achar algo, fechamos e se não acharmos tudo bem!

A gente começou a curtir algumas páginas de intercambio no Facebook até que um dia no meu trabalho, eu recebi uma ligação muito estranha de um número grande e diferente.

“Alô, aqui é o Vitor de uma agencia de intercambio, diretamente de Dublin. Eu vi que você tem interesse, pois você fez uma inscrição no nosso site para obter cotações…”

Em paralelo eu estava verificando com outras agencias também, mas tudo online. Até então eu nunca havia falado com alguém por telefone.

Ele foi super atencioso. Na ligação, eu fiz várias perguntas do tipo, como funcionava e qual os valores. Quando entramos no quesito preço, eu agradeci sua atenção, e desisti, pois era algo em torno de quase R$ 15k por pessoa (considerando cotação do euro na época, escola e etc). A gente não tinha muita grana, estávamos procurando por intercambio sim, mas não tínhamos um valor desses para investir. Finalizei a ligação, peguei o contato dele sem mais esperanças. Após isso, fui conversar com a Nicole sobre o telefonema, mas a reação dela foi a mesma que a minha.

Ele me ligou outras vezes e então começamos as contrapropostas, falando o quanto poderíamos pagar por mês e se era possível. Ele nos telefonava todos os dias, até que um certo dia ele criou um grupo no What’s App e disse que iria conversar sua diretora, explicando a situação.

Alguns dias depois, eu acordei e vi um vídeo no grupo e chamei a Nick. Quando a gente abriu o vídeo, era a dona da agencia que havia gravado um vídeo para nós dizendo:

Ela foi super bacana e super atenciosa, e aceitamos na hora. Fechamos o intercambio sem consultar nossos pais.

Eu fui para o quarto da minha mãe logo após e contei para ela que eu havia fechado o intercambio e ela falou que eu era doido, por que eu trabalhava.

Por que Dublin?

diogo-palhais-549749-unsplash.jpg

Para ser sincero, nunca na vida eu havia pensado sobre lá, a Nicole já havia pensado no Canada e eu em ir para Nova York. Eu não sabia onde era Dublin, Irlanda. Mas pelo fato de eu gostar muito de vídeos no Youtube, eu comecei a pesquisar sobre o lugar, sem nem mesmo saber que a Irlanda ficava na Europa.

Depois de várias pesquisas, nos apaixonamos pelo local, até chegar o momento de eu saber os principais lugares de cor.Mas de fato o que nos motivou a escolher Dublin, foi a oportunidade de trabalhar e estudar, por ser uma garantia maior que poderíamos ficar no pais.

Só há quatro países no mundo que permite que possamos fazer intercambio e trabalhar ao mesmo tempo com o curso de inglês ou college, Nova Zelandia, Australia, Irlanda e o Canada. Os demais somente com universidade e demais burocracias. E sem contar que a Irlanda de fato tem um preço legal, de todas as pesquisas que fizemos, lá é o lugar mais barato.

Bom ficamos bem ansiosos para ir…

Espero que tenham gostado um pouco dessa história, ainda tem muito mais pela frente. E se quiser saber mais, acessa meu canal no Youtube ou minhas fotos no Instagram para curtir um pouco mais dessa história hilária.

Um grande abraço e até mais!

Teacher Lucas Pereira